Ao UOL, Gladson diz que sua evolução patrimonial é resultado da inflação e “tudo é declarado”

Ao UOL, Gladson diz que sua evolução patrimonial é resultado da inflação e “tudo é declarado”

O governador Gladson Cameli afirmou aos jornalistas do UOL em entrevista nesta sexta-feira (14) que sua evolução patrimonial, suspeita segundo a Polícia Federal, de R$ 2,9 milhões para pouco mais de R$ 6 milhões em 2021, ocorreu por causa da inflação do período.

“O que custava 80 está 160. Tudo tem origem e está declarado. Um carro antes da pandemia que custava R$ 100 mil, hoje está R$ 200 mil a R$300 mil. O aumento é por causa dessa questão da inflação, do aumento que está ocorrendo diariamente”, afirmou.

Ao ser perguntado sobre seu suposto envolvimento com propina no valor de R$ 70 mil, segundo investigações da PF no âmbito da Operação Ptolomeu, Cameli disse que não praticou nenhuma irregularidade e acrescentou que apoia as investigações.

“Desde que eu cheguei ao governo tenho procurado ser o mais transparente possível, porque é dinheiro público. E quando se fala em dinheiro público a transparência tem que ser a máxima. Sobre a operação, como está em segredo de Justiça, eu não quero me antecipar. A Polícia Federal e a CGU têm todo o direito de esclarecer onde há dúvida e onde há dúvidas tem que se esclarecido. Nós temos que sempre que estar preparados para situações como essas. Estou pronto para colaborar com os órgãos de investigação.”

O governador acrescentou que quer que a apuração aconteça sem interferência, disse que confia na Justiça e nos órgãos de fiscalização e que não vai politizar o assunto.