Apelos petistas e de simpatizantes para que Jorge Viana seja candidato a governador aumentaram, diz presidente do PT

Apelos petistas e de simpatizantes para que Jorge Viana seja candidato a governador aumentaram, diz presidente do PT

É cada vez maior o apelo entre petistas, militantes de esquerda e simpatizantes, o pedido para que Jorge Viana seja candidato a governador do Acre.

A priori, JV segue a ideia de candidatura ao Senado, disputa em que ele aparece como favorito. De acordo com a pesquisa Fieac/Data Control (espontânea) divulgada há uma semana, Viana tem 14,1% das intenções de voto para o Senado. O deputado federal Alan Rick (DEM) aparece com 10,4% em segundo. Na pesquisa estimulada, Jorge Viana tem 23,7%, seguido também por Alan Rick com 16,1%.

"É uma onda muito forte. O sentimento dos companheiros é que o Jorge tem que fazer essa disputa de governo. Onde a gente tem andando, depois da visita ao Alto Acre, região de Brasileia, Epitaciolândia e Assis Brasil, esse pedido veio com mais força pra ele, individualmente. Eu onde tenho andado tenho ouvido esse pedido dos companheiros", diz o presidente do PT, Cesário Braga.

Pesquisa estimulou petistas

Apesar de a pesquisa Data Control apontar o atual governador Gladson Cameli como favorito na disputa pela reeleição com 57,2%, a militância do PT está empolgada, pois Jorge Viana, que ainda não declarou a que cargo de fato vai concorrer, aparece com 19,2%.

Pensadores do PT acreditam que se o ex-senador entrar em campo com uma candidatura definida com discurso de uma provável salvação para o Acre e com seu pacote de realizações da época em que foi governador, é possível não só disputar, mas mudar a atual tendência pró-Cameli.

Na mesma pesquisa estimulada, Sérgio Petecão tem 9,1% e Francisco Salomão com 0,7%. Eleitores que anulariam o voto somam 7,1%. Não souberam responder 6,7%.

Já na pesquisa espontânea, quando o pesquisador não cita o nome do candidato, mas apenas em quem ele votaria para governador, Gladson Cameli lidera com 44,9%. Jorge Viana aparece com 8,6%. Já o senador Sérgio Petecão 3,6%. Marcio Bittar (0,4%), Marcus Alexandre (0,1%) e Tião Bocalom (0,1%) são lembrados pelo eleitor. Nulos 5,1% e não souberam responder somam 37,2%.