Em meio à crise na Sesacre, secretária adjunta Adriana Lobão pede afastamento

Em meio à crise na Sesacre, secretária adjunta Adriana Lobão pede afastamento

A secretária adjunta de Saúde do Acre, Adriana Lobão, pediu licença médica de 15 dias.

O afastamento ocorre em meio à crise no setor de Saúde do Estado ocasionado pela morte de 12 crianças vítimas de síndrome respiratória aguda.

Cobrada pelas mães das crianças, Adriana Lobão estaria bastante abalada emocionalmente, contou uma servidora da Sesacre.

Ontem, aliás, as mães foram à sede da secretaria à procura de Adriana, que não estava no prédio.

Em áudio veiculado recentemente em jornais eletrônicos locais, a enfermeira é alertada pela diretora do Pronto-socorro de Rio Branco, Dora Vitorino, sobre o caos ocasionado pela falta de estrutura para atender as crianças com problemas respiratórios.