Mailza diz que vai continuar presidente do PP e contraria Gladson

Mailza diz que vai continuar presidente do PP e contraria Gladson

A senadora Mailza (PP) bateu o pé. Afirmou nesta quinta-feira (26) que vai continuar na presidência do partido no Acre. A reação ocorre depois de o governador Gladson Cameli dizer que vai assumir a agremiação no início do mês de junho.

A senadora diz estar referendada pela executiva nacional do PP para conduzir o partido durante o período eleitoral.

“Continuo na presidência estadual do partido, onde realizei uma gestão transparente e orientada pela executiva nacional, que reconhece o meu trabalho e acredita na manutenção da executiva estadual existente. Sendo assim, irei liderar o processo eleitoral no estado com responsabilidade, e sob a orientação da executiva nacional”, afirma.

O que disse Cameli

Ao Notícias da Hora, na noite desta quinta-feira (25), Cameli disse que a decisão de comandar o partido não é uma imposição dele e que o assunto já foi tratado com o presidente nacional da agremiação, Ciro Nogueira.

“É aquilo que já estava combinado. Eu vou assumir, mas não por imposição até porque dia 2 de junho agora vence a atual executiva. Não é nada goela abaixo, é um processo. 60 dias atrás, eu, o presidente Ciro Nogueira e a Mailza já havíamos conversado sobre isso.”

Como vai se dedicar à reeleição, Cameli vai designar um novo vice-presidente e um secretário-geral no PP para tratar questões partidárias. O secretário deve ser Lívio Veras, atual diretor do Acreprevidência. Já o vice deve ficar com Flávio Silva, diretor da Segov, ou Alisson Bestene.

Os próximos capítulos são imprevisíveis no PP...