Empresário diz que pagamentos de fornecedores estariam sendo ordenados de fora do governo

Bom dia! Boa tarde! Boa noite!

Eu voltei. Aliás, estou tentando voltar a atualizar o blog. Os bastidores do governo do Acre estão fervendo. Alguns empresários prestadores de serviço à administração estadual estão por um triz para explodir e jogar “farofa” no ventilador. Durante uma conversa informal com o blog, um fornecedor que estava há dias tentando receber pagamentos, chegou a dizer que as ordens para pagar fornecedores não estariam partindo do Palácio Rio Branco. “A secretária de fazenda não liga para o governador quando vai realizar um pagamento. Ela liga para o conselheiro Malheiro, que ordena o pagamento e fiscaliza os serviços prestados pelo fornecedor ao Estado”, disse o reclamão, que apesar da revolta e da espera, recebeu uma quantia generosa do governo Cameli. O que não pode ser colocado em xeque é a competência da secretária de Estado da Fazenda, Semírames Dias. Sem entrar em questões políticas, ela vem dando conta da parte técnica com maestria.

Zelo com as contas

Os fornecedores têm suas razões para reclamar da demora para o governo efetuar os pagamentos, mas a verdade é que há uma grande preocupação da atual gestão com as contas públicas. Esse zelo vem causando a revolta de empresários que cobram a abertura de licitações de novas obras no Estado. Mas não se preocupem que o governador Gladson Cameli disse que tem mais de um bilhão para transformar o Acre em um verdadeiro canteiro de obras. Tenham um pouquinho de paciência que o trem vai andar e muitos passageiros vão poder embarcar sem a necessidade de pagar a passagem. A grana vai circular. É verdade esse bilhete.

Com a devida licença

Gostaria de pedir licença a Silvio Santos e Rui Birico para fazer uma defesa ao governador. Sem mimimi. Apesar das muitas reclamações de aliados e empresários que não conseguiram um naco do governo, Gladson Cameli conseguiu resgatar a principal bandeira dos governos petistas. Mesmo com toda desconfiança e torcida para que as coisas dessem errado, o ‘Riquinho’ vem conseguindo pagar os servidores em dia. Sim, é uma obrigação, mas essa obrigação foi quebrada no governo anterior. Não fiquem chateados assessores Silvio Santos e Birico. Prometo que foi apenas desta vez que dei uma puxada de saco. 

Vanda Milani disputa a prefeitura

A pré-candidatura da deputada federal Vanda Milani (SD) à prefeitura de Rio Branco é do vera. A confirmação aconteceu durante o encerramento do Projeto de Formação Política para Mulheres Lidera+, em São Paulo. Com o apoio total do Solidariedade, a parlamentar vai colocar o bloco na rua e poderá causar um estrago nas pretensões dos grandes partidos que orbitam o governo e querem decidir o destino da Capital. É esperar o evento oficial em Rio Branco e depois as novas pesquisas para saber o impacto que a pré-candidatura de Vanda Milani terá no tabuleiro políticos das eleições municipais de Rio Branco.

Grupo forte

O Solidariedade também trabalha para disputar a prefeitura de vários municípios do Acre. Vanda Milani e Israel Milani estão montando um forte grupo para fazer frente a PSDB, MDB e Progressistas. Um exemplo é o que vem acontecendo no Quinari. O SD recebeu mais de uma dezena de filiações de lideranças políticas com mandato e outras que trabalharam nos bastidores de campanhas vitoriosas como a do ex-prefeito James Gomes (PP) e o prefeito André Mais (PSD). Sob o comando dos Minali, o SD poderá se tornar uma das maiores forças políticas do Estado. Aguardem e confiram.