“Esse Jorge Viana vai fazer um destroço na política do Acre”, prevê Vagner Sales

“Esse Jorge Viana vai fazer um destroço na política do Acre”, prevê Vagner Sales

Bom dia! Boa tarde! Boa noite!

O Blog do Ray bateu um longo papo com Vagner Sales, o Leão do Juruá.

Falamos de criação de carneiro, piscicultura, pecuária, plantação de coco e para temperar o ensopado de carneiro, a moqueca de peixe e o churrasco, nós adicionamos política e matamos a sede com a água de coco.

Bem humorado, Vagner disse que está vivendo tranquilamente sem participar do governo, “mas tenho que escolher meu candidato a governador”.

Ele disse que seu telefone tocou várias vezes e os números no identificador seriam de assessores do governador Gladson Cameli. “Não atendi porque o Gladson nunca precisou de intermediários para falar comigo”, destaca.

“Depois o governador me ligou e disse que passava aqui. Eu disse pera ele: você sabe onde é minha casa. Ray, não tenho interesse em participar do governo, mas não há problema em conversar”.

Vagner enfatiza que sempre é possível estabelecer uma convivência pacífica e propositiva em torno dos interesses da população, já que ele e o MDB estavam entre os responsáveis pela campanha vitoriosa de Cameli.

“Todos somos responsáveis por ele se sentar na cadeira de governador. Quando houve o entendimento do MDB com o governo, eu estava em Rio Branco. Eu disse que não acreditava que o acordo seria cumprido”, sentencia Sales.

Segundo Vagner, até o momento, apenas a esposa de Flaviano, Sabonete e os indicados de Marcio Bittar foram nomeados desde o dia do anuncio da entrada no MDB na base de sustentação de Cameli.

“No interior continua tudo como antes. E quer saber de uma coisa, eu não acredito que o governador vai tirar quem está ajudando-o na estrutura de governo no interior do Estado para colocar pessoas ligadas ao MDB”.

Para demonstrar que não acredita na disposição de Cameli sentar para dialogar com ele, Vagner fez uma espécie de pegadinha.

“Falando em vir a Cruzeiro do Sul, você vem aqui neste fim de semana?”

Eu respondi que diante de um convite poderia visitar a capital do Juruá.

“Pois é. Por isso, eu não acredito que Gladson quer me ouvir. Ele não precisa de convite. Quando a pessoa quer conversar ela não manda recados, nem sai anunciando na imprensa. Era só vir aqui. Ele sabe o caminho da minha casa”.

Avaliação da candidatura de Jorge Viana

Sem papas na língua, Vagner Sales avaliou as candidaturas ao governo colocadas no tabuleiro político até o momento.

“Confesso que é uma escolha difícil entre Gladson e Petecão. Não se engane, porque com as deficiências de nossos candidatos só quem cresce é Jorge Viana. Essa briga política prejudica. Pode ter certeza de que o eleitor questiona qual o objetivo do grupo que derrotou o PT. Brigar por poder?”, indaga Sales.

“E digo mais, esse Jorge Viana vai fazer um destroço na política do Acre. Tenho andado, tenho conversado com empresários, com trabalhadores. A classe empresarial está louca para começar a campanha para trabalhar para eleger o Jorge Viana. Eles só esperam começar”, ressalta Vagner Sales

Segundo o ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, empresários e trabalhadores afirmam que “nunca mais se construiu nada neste Estado”.

"Só que trabalhar contra Jorge Viana é mais fácil do que trabalhar contra o Gladson. Nossa força política é no Juruá. Gladson também é daqui", podera o ex-prefeito.

Apoio de Antonia Sales na Aleac

Vagner falou ainda sobre o apoio de Antonia Sales ao governo na Aleac. Ele informa que jamais negociaria a retirada de assinatura da CPI da Educação.

“Se fosse para apoiar o governo e tirar a assinatura de Antonia, nem pensar. O apoio seria daqui para frente. Tirar assinatura nem pelos R$ 8 milhões que dizem que um deputado recebeu. Ela pode nunca mais assinar uma CPI, mas retirar assinatura jamais”.

Ao final da conversa, eu informei a Vagner que colocaria a parte política do nosso bate-papo no Blog do Ray.

"Tranquilo. Se quiser convidar seus três leitores para comer um esopado de carneiro, uma caldeirada e um bom churrasco é só avisar", finaliza.