Filho de Orleir Cameli é assediado para ser vice na oposição, deputado e suplente de senador na situação

Filho de Orleir Cameli é assediado para ser vice na oposição, deputado e suplente de senador na situação

Bom dia! Boa tarde! Boa noite!

Meus três leitores, vocês conhecem o camisa 10 da família Cameli?

Orleilson Cameli, o cruzeirense com apelido de craque, Zico, vem sendo assediado por grupos e partidos políticos para entrar na disputa eleitoral deste ano.

O Divã do Blog do Ray recebeu Zico, ele contou tudo sobre os convites recebidos e falou um pouco da relação com o primo, o governador Gladson Cameli.

Orleilson iniciou sua sessão falando um pouco de suas afinidades partidárias.

“Meu amigo, eu sou simpatizante de partido de centro/direita, mas como esses partidos no Acre foram cercados e fazem parte de um grupo de apoio de um político só, eu me filiei ao PDT”, destaca Zico.

Dei um folheada no meu caderninho de anotações e sapequei a pergunta do milhão: Quem seria o político que monopolizou os partidos de direita, Zico?

“Rapaz, olha a saia justa. Bom, como é de conhecimento público, os partidos que seriam de centro/direita estão nas mãos do senador Marcio Bittar”. 

_ Mas você pretende entrar mesmo na disputa eleitoral?

“Ray, penso em deixar meia dúzia de bandido com o dedo no “olho” (aquele que não enxerga), mas hoje eu tenho uma pessoa a quem devo muito respeito e sempre me reporto a ele. Desde que meu pai morreu, meu tio Eládio assumiu o comando da família, ele me ajuda na vida empresarial e me orienta em questões pessoais. Não seria uma decisão de entrar na política que eu deixaria de pedir o conselho dele”.

_ Ele chancelou?

“Deixa eu colocar outra situação rapidinho. Há quatro meses eu não falava com o Gladson. Realmente, eu recebi convites. Um deles foi para ser o vice da Mara Rocha, do MDB. Fiz questão de o debate chegar a ele para que a conversa não chegasse atravessada. Ele me ligou no sábado. Pediu para eu ser candidato junto com ele...”

_Você seria o vice?

“Nem pensar. Gladson já está envolvido nessa confusão com as especulações, você imagina eu entrando como vice. Tô fora. Estou no PDT, um partido do bloco de apoio do governo, mas que foi excluído deste debate da chapa majoritária. Acredito que posso contribuir na chapa de deputado federal, mas não há nada definido. Não nego que penso em disputar um mandato, mas vou esperar até as convenções”.

_ Quais os outros convites que você recebeu?

“Fui procurado pela senadora Mailza para ser suplente. Também fui procurado pelo Eduardo Velloso para uma composição”, destaca Zico.

_ Sobre o convite para ser vice de Mara Rocha.

“Olha, eu não vejo ninguém como inimigo ou adversário. Eu converso com quem me procura. Conversei com o Rocha, ele me colocou essa questão de ser vice. O partido a qual sou filiado apoio o governador. Outro detalhe, sou anverso a trairagem, mesmo sendo vítima de algumas. Recomendei procurar meu tio em Manaus. Se ele concordar...”, ressalta.

Com o horário da sessão do Divã estourado, este blogueiro reiterou a pergunta: Sim, qual o cargo o camisa 10 da família Cameli vai disputar?

(Risos) “Cara, tu não desistes. Estou pensando, mas não esquenta que eu te aviso em primeira mão”, finaliza o empresário sem dizer qual dos flertes o deixou mais balançado.

A fila para o namoro é grande. Te cuida Gladson!