Herdeiro político de Flaviano Melo chega ao Acre mais experiente que o pai quando foi indicado prefeito

Herdeiro político de Flaviano Melo chega ao Acre mais experiente que o pai quando foi indicado prefeito

Bom dia! Boa tarde! Boa noite!

Como diz o meu colega de profissão, o bom repórter Marcos Dione: É verdade. Flaviano Melo, o guru da política acreana está pensando em pendurar as chuteiras. A decisão acontece após 40 anos de mandatos e contribuição ao Acre.

Mas engana-se quem pensa que Flaviano não preparou um sucessor político que poderá ocupar o seu espaço dentro do MDB acreano. Leonardo Melo, filho de Flaviano, chega ao Acre disposto a entrar em campo e bater um bolão.

Este blogueiro pode afirmar -- sem medo de errar -- que Leonardo chega para assumir a condição de herdeiro político tão preparado e experiente quanto Flaviano quando chegou ao Acre para assumir a prefeitura da Capita após se formar em Engenharia.

O sucessor político de Flaviano se formou engenheiro civil e já trabalhou em empresas de grande porte fora do Acre. Ele passou por Andrade Guterres. Queiroz Galvão, C R Almeida entre outras de destaque no setor de construção no Brasil.

Entre as obras que Leonardo executou estão as do Metrô do Rio, a Refinaria de Duque de Caxias (Reduc), Unidade do Coque e Rodoanel de São Paulo. Antes de chegar ao Acre, Flaviano trabalhou na construção da Ponte Rio-Niterói.

Parafraseando Flaviano: é bom a turma não esquecer que Leonardo vem para o Acre e está com muito mais experiência do que o pai quando chegou para ser prefeito e consequentemente assumir o comando do Glorioso no estado.

Pois é, poies é, ninguém pode afirmar que o MDB não criou outra pessoa com a mesma estatura ou maior que a de Flaviano. Estatura física e política. O Velho Lobo vai abandonar as disputas eleitorais, mas deve permanecer influenciando nos bastidores.

Por telefone, Flaviano evitou fazer comentários sobre o filho. Ele disse apenas: “vou disputar a última eleição em 2022. Ganhando ou perdendo, eu não entro mais em disputas eleitorais. É hora de aproveitar um pouco a aposentadoria”.

Flaviano pendura as chuteiras como jogador de linha no MDB, mas deverá atuar nos bastidores como técnico. O professor, como os boleiros tratam o treinador, contará com um camisa 15 de sua confiança nas quatro linhas do Glorioso.

E meus três leitores perguntam: "E o Pádua?"

Pádua vai cobtinuar filando a bolacha Miragina com café na sede do MDB. De quebra vai levar Leonardo Melo para comer um carneiro guisado no rancho.

WhatsApp_Image_2021-10-28_at_11.43.56.jpegLeonardo Melo, filho de Flaviano Melo