Jorge Viana quer derrubar o governador que pagou as contas atrasadas da gestão Tião Viana

Jorge Viana quer derrubar o governador que pagou as contas atrasadas da gestão Tião Viana

Bom dia! Boa tarde! Boa noite!

Antes de mais nada, gostaria de pedir permissão a Diego Lins, Rondiney Dourado e Weber Brito, os maiores puxa-sacos virtuais do governador Gladson Cameli, para poder dar minha contribuição e esticar um pouco mais o saco do dono da caneta.

Meus três leitores, vocês acreditam em salvador da pátria? 

O mais novo/velho “salvador da pátria” é o ex-senador Jorge Viana, do PT. Ele não perde a oportunidade de tentar mostrar que há um caos instalado no Acre. 

A frase de efeito do petista é a seguinte: “Mudamos o Acre uma vez, e vamos mudar o Acre para melhor outra vez”.

“Vivemos tempos tão difíceis”, repete exaustivamente JV para passar a impressão de que o Acre já foi referência em várias áreas e que as gestões petistas é que cuidavam bem do Estado.

A busca pelo poder fez o petista esquecer alguns episódios da passagem do seu partido pelo governo. Ele reclama da saúde, da geração de emprego, do apoio ao produtor, da falta de ramais, da falta de grandes obras e lari lari...

Vale lembrar aos meus três leitores que uma das grandes apostas de JV e a ‘companheirada’ era que após eleito, Gladson Cameli atrasaria os salários dos servidores em menos de seis meses e viveria embriagado pelos cantos do Estado.

A previsão falhou. 

Tião Viana, irmão de Jorge Viana, encerrou sua segunda passagem pelo governo do Acre deixando dívidas com servidores, com cargos comissionados e fornecedores. TV derrubou o principal “projeto” dos governos petistas que era pagar em dia.

Diante dos muitos problemas deixados pelo irmão de Jorge Viana, o Riquinho e mimado menino do Juruá fez um esforço, deixou a manguaça de lado e conseguiu pagar os servidores, fornecedores e até os cargos comissionados de Tião Viana.

Isso Jorge Viana jamais vai falar.

O caos na saúde que tanto JV quanto seus apoiadores não cansam de falar existe desde a época da “saúde de primeiro mundo” dos governos petistas.

Apesar de culparem Cameli, o atual governador foi quem terminou a obra de verticalização do Pronto Socorro deixada por Binho Marques e paralisada durante todo governo de Tião Viana.

"Ah, os ramais não dão acesso aos produtores, falta apoio técnico a quem produz”. Nos 20 anos de governo do PT em algum momento esses ramais foram beneficiados e receberam manutenção constante? A resposta é não. Sobre a produção, o que Tião Viana fazia era tirar fotos na fazenda do Rei da Soja, da mesma forma que todo político faz.

JV também destaca que “o povo está indo embora do Acre por falta de oportunidades”. Pois é, mas se os 40 mil empregos prometidos por ele tivessem sido gerados esta situação não estaria acontecendo. 

“Gladson Cameli não executou grandes obras”. Sério? E é verdade. Cameli teve que retomar todas as obras abandonadas pelo governo do PT. Mesmo assim, Cameli ainda arrumou tempo para iniciar grandes obras como por exemplo o Anel Viário do Alto Acre, uma nova ponte em Sena Madureira e a ponte do Sibéria, em Xapuri.

Vou parando por aqui senão vou deixar meus amigos “digitais influencers” da Cameli Model sem emprego. O certo é que não há o caos instalado no Acre que JV tenta passar.

O Riquinho enfrentou dois anos de pandemia. Nesse período, os próprios petistas pediam exaustivamente para as pessoas ficarem em casa. E dou razão pela prevenção. Quando as pessoas param a economia também para.

Quase esqueci da imprestável BR-364 que os petistas tanto cobram Gladson. A rodovia foi construía na era PT e nunca prestou. Querer passar a culpa para a atual gestão é desonesto.

E a acusação de corrupção e desvio de R$ 800 milhões no governo Cameli?

Por enquanto é apenas uma investigação. Da mesma forma que aconteceu com a Operação G7 quando nada ficou provado no governo Tião Viana. 

Portanto, menos ex-senador Jorge Viana. O senhor tenta derrubar o governador que pagou as contas da administração de Tião Viana. Seja grato.

Depois dessa puxada, o saco do menino mimado do Juruá virou a curva da Variante. A política é dinâmica. 

Até a próxima atualização. Vou tormar meu refrigerante.