Rio Branco volta atrás e abre mão da exigência de assinatura de termo para aplicação de vacina em crianças

Rio Branco volta atrás e abre mão da exigência de assinatura de termo para aplicação de vacina em crianças

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), resolveu retirar a exigência de assinatura do termo de autorização, que deveria ser assinado pelos pais ou responsáveis, para que a vacina contra a covid-19 seja aplicada em crianças de 5 a 11 anos. A informação foi publicada em uma nota técnica encaminhada à imprensa pela assessoria da Prefeitura, nesta quinta-feira, 20.

“Retira a exigência de assinatura de termo de assentimento quanto as informações das condições clínicas da criança e das possíveis reações. Avançando na vacinação pediátrica contra a covid-19, Rio Branco reduz a faixa etária para vacinação das crianças e convoca todos os pais e/ou responsáveis a garantirem a proteção de seus filhos, maiores de 10 anos de idade. Todas as crianças de 5 a 11 anos com comorbidades (Quadro 2) e/ou deficiência permanente (Quadro 3) terão prioridade nesta etapa em atenção à recomendação do Ministério da Saúde e deverão demonstrar tal condição”, explica a nota.

VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA