PF descarta ação de organização criminosa ou de mandantes no ataque a Dom e Bruno

PF descarta ação de organização criminosa ou de mandantes no ataque a Dom e Bruno

Em nota divulgada na manhã desta sexta-feira (17), o Comitê de Crise, coordenado pela Polícia Federal no Amazonas, informou que as investigações sobre o ataque ao indigenista Bruno Pereira e ao jornalista Dom Philipps continuam e que há “indicativos da participação de mais pessoas na prática criminosa.

Ainda de acordo com a nota divulgada, a PF afirma que os suspeitos agiram sozinhos, “não havendo mandantes nem organização criminosa por trás do delito”.

As buscas pela embarcação dos dois continuam sendo realizadas no Vale do Javari