PL que retira da Seplag o controle das licitações e passa à Casa Civil é retirado de pauta

PL que retira da Seplag o controle das licitações e passa à Casa Civil é retirado de pauta

Os deputados estaduais retiraram de pauta, na tarde desta terça-feira (21), o projeto de lei (PL 17/2022) que retira da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) a coordenação dos processos licitatórios e repassa à Casa Civil.

A medida é vista pela oposição como um retrocesso para a administração pública. Os deputados Daniel Zen e Edvaldo Magalhães mais cedo, nas comissões, votaram contrários. Zen chegou a dizer que era para ser o contrário descentralizar a gestão e não concentra, como faz o governo com a aprovação da medida.

Nas comissões, o líder dos independentes, deputado Roberto Duarte (Republicanos) protestou, mas acabou votando favorável à iniciativa como um “voto de confiança” ao governo, mas teceu críticas à forma que o governo conduz a gestão.

Após um entendimento entre os líderes partidários e o líder do governo, deputado Pedro Longo, os deputados resolveram votar a matéria amanhã, 22.