Bocalom coloca culpa no barro do rio Acre para explicar falta de água nos bairros da capital

Bocalom coloca culpa no barro do rio Acre para explicar falta de água nos bairros da capital

Em entrevista ao Papo Informal, do Notícias da Hora, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), explicou nesta quinta-feira, 23, a falta de abastecimento de água que vem assolando mais de 50 bairros na capital.

O gestor destacou que a Estação de Tratamento de Água (ETA) foi projetada para tratamento de água e não lama, como está ocorrendo, por isso as oscilações na distribuição de água para os bairros da capital.

“Eu acredito que até o final do mandato a gente vai ter água 24h por dia nas torneiras. Eu ainda acredito na água de poço e ainda iremos descobrir outros lençóis d'água. Hoje, o problema foi a bomba que queimou e não tinha reserva, mas o pior foi o riquete do Rio Acre. Uma coisa é ter água com lama, mas hoje temos mais lama com água”, explicou o jornalista.