Bocalom sanciona lei que versa sobre o procedimento para a instalação de infraestrutura para tecnologia 5G

Bocalom sanciona lei que versa sobre o procedimento para a instalação de infraestrutura para tecnologia 5G

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (PP), sancionou na manhã desta sexta-feira, 5, a lei regulamenta os procedimento de instalação de infraestrutura de suporte para Estação Transmissora de Radiocomunicação (ETR), com o objetivo de preparar a capital acreana para receber anova tecnologia de internet conhecida como 5G, o que permite mais qualidade e agilidade na transmissão de dados.

De acordo com o prefeito, Rio Branco é a primeira capital da região Norte a criar e sancionar a lei de regulamentação para a disponibilização da infraestrutura para receber a nova tecnologia. O prefeito destacou ainda que a prefeitura já trabalha na implantação de mais 100 km de cabeamento de fibra ótica “para deixar tudo pronto para receber a 5G”.

“Essa nova tecnologia trará mais qualidade, celeridade e agilidade na transmissão de dados, ou seja, teremos uma internet mais ágil e de maior qualidade, sendo que Rio Branco é a primeira capital da região Norte a sancionar a sua lei. Já estamos nos preparando para quando começar a implantação da nova tecnologia tudo estar pronto, para isso já estamos instalando mais 100km de cabos de fibra ótica em Rio Branco, com o projeto de implantação de mais 200km para os próximos anos”, garantiu Bocalom.

A secretária de Planejamento, Desenvolvimento Econômico, Turismo, Tecnologia e Inovação, Neiva Tessinari destacou que a lei que versa sobre o procedimento para a instalação de infraestrutura de suporte para ETR, é autorizada pela Agencia Nacional de Telecomunicações - ANATEL, nos termos da legislação federal vigente.

“A lei que foi sancionada hoje foi construída aos moldes das exigências da ANATEL e tem o objetivo de estimular a implantação de infraestrutura de comunicações para promover o melhor ambiente de desenvolvimento da economia digital no município de Rio Branco. De início, é importante ressaltar que a nova tecnologia de conectividade 5G já foi lançada comercialmente no Brasil e deve ganhar maior alcance com novas radiofrequências a partir do segundo semestre de 2022, por meio do conceito de Município inteligente (Smart Cities), como por exemplo, carros autonomos e a telemedicina são algumas das expectativas de serviços e funcionalidades que podem ser concretizadas a partir do 5G, por suas características de altíssima velocidade de transmissão de dados e baixa latência, que está em elaboração pelo município”, comentou Tessinari.