Perpétua diz que Bocalom quer criar 150 cargos e aumentar o salário dele e da vice; assessor diz que a deputada é desinformada e mentirosa

Perpétua diz que Bocalom quer criar 150 cargos e aumentar o salário dele e da vice; assessor diz que a deputada é desinformada e mentirosa

Uma informação publicada pela deputada federal Perpétua Almeida, em seu Twitter, afirma que o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, encaminhou à Câmara de Vereadores um projeto de reforma administrativa. De acordo com a parlamentar, serão criados 150 cargos comissionados.

Além disso, Bocalom pretende aumentar o salário dele e da vice-prefeita Marfiza Galvão (PSD) em 30%. A deputada federal do PCdoB não poupou críticas e lembrou a Operação Ptolomeu, que atinge em cheio a cúpula do governo Gladson Cameli, que faz parte do mesmo partido de Bocalom, o Progressistas.

“Rio Branco e comunidades rurais do Acre não tem ônibus e ramais estão intrafegáveis. Governo atolado em denúncias de corrupção com a PF dentro do Palácio. Prefeito manda pra Câmara reforma para criar 150 cargos políticos e aumentar em 30% salário dele e da vice. É o ‘esquemão azul’ do PP”, escreveu.

O outro lado

Procurada pela reportagem, a assessoria de comunicação do prefeito Tião Bocalom respondeu a denúncia de Perpétua.O diretor de comunicação da prefeitura de Rio Branco, jornalista Ailton Oliveira, disse que "a deputada comunista, como sempre, atira para todos os lados, é mal informada e mente para a população".

“Não temos nenhum aumento de salário para o prefeito, para a vice ou qualquer outro gestor. E te digo que mereciam! Sabe quanto é o salário do prefeito de Cruzeiro do Sul, algo em torno de 30 mil reais, sabe quanto é o do prefeito da Capital, que administra metade do Estado, 17 mil reais. É Justo?", questiona Oliveira

Segundo o diretor de comunicação, "a deputada se espanta com um governo sério, que combate a corrupção, a coisa errada. É que ela não esquece dos desmandos nos governos do grupo que ela faz parte e nem do envolvimento do marido dela nos desmandos do DEPASA, dentre eles o Programa Ruas do Povo, do qual mais de 400 milhões estão sub judice, o que impede de arrumarmos essas ruas. Deputada, Bocalom é honesto, sério e zela pela coisa pública”, finalizou o diretor.