Torturador de Nego Bau passa a ser réu após TJAC acatar denúncia do MP

Torturador de Nego Bau passa a ser réu após TJAC acatar denúncia do MP

NOTÍCIAS DA HORA MOSTROU O CASO COM EXCLUSIVIDADE

O mecânico, identificado como Gerson Castro da Silva Ferreira, é o principal suspeito de ter decepado com um terçado o dedo do morador de rua Renan de Souza, o Nego Bau. Gerson Castro passou a ser réu no processo após o Judiciário acreano acatar a denúncia do Ministério Público do Acre (MP-AC).

O juiz Raimundo Nonato da Costa Maia, da 2ª Vara Criminal, acatou a acusação contra Gerson. Ele responderá pelo crime de tortura e lesão corporal grave. Se condenado, o mecânico pode pegar até 8 anos por crime de tortura. Somado ao crime de lesão corporal, o réu pode pegar 9 anos de cadeia.

Em abril deste ano, a Polícia Civil prendeu Gerson Castro. O vídeo gravado por ele cortando o dedo de Bau foi mostrado pelo Notícias da Hora com exclusividade em reportagem assinada pelo jornalista Willamis França.

Reveja a reportagem que culminou com a prisão do mecânico

17 dias antes de morrer, Nego Bau teve o dedo decepado com facão por homem que se dizia vítima de tentativa de furto, mostra vídeo